quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Intervenção Urbana - Av. Tancredo Neves - Paranavaí PR

URBANISMO – MEMORIAL


A cidade de Paranavaí destaca-se como uma das principais do estado do Paraná, localizada na região noroeste do estado, tem uma origem urbanística diferenciada em relação às demais cidades, como Maringá, Cianorte, Loanda e Umuarama. Enquanto Paranavaí tem uma origem natural-espontânea, que surgiu do núcleo da Fazenda Brasileira, as outras cidades, tiveram origem Planejada, por empresas colonizadoras, como a Norte do Paraná, no caso de Maringá.
A cidade de Paranavaí é o principal centro da microrregião de Paranavaí. Fundada em 1951 a uma altitude de 503 m, a cidade é hoje centro de um município de 1 202,4 km² de área, onde vivem 85.643 habitantes (estatísticas 2013), o que dá uma densidade demográfica de 67,88 h/km².


O local escolhido para intervenção urbana pertence a um lado macrozona de consolidação e do outro lado macrozona de expansão orientada com maior fluxo em horários de pico sendo os mesmos considerados em horário de almoço (11:00 até 13:00) e retorno (17:00 até 18:30). As quartas e sábados após a meia noite, devido a grande movimentação em uma casa noturna. Durante os dias da semana ocorre um grande fluxo de veículos estudantis em sentido as duas Universidades.
Nesta área de estudo a população apresenta diferentes necessidades de uso desde área de comércio, lazer, serviços básicos de saúde e social.
A falta de planejamento leva o sistema de circulação do local, tanto para os veículos quanto para os pedestres, a grandes dificuldades. Produz espaços públicos lineares nada interessantes para a sociabilidade, e cria não-espaços socialmente injusto para o pedestre, que sucumbe perante o uso massificado do veículo. 
Quanto aos usos do entorno da área em questão, eles se apresentam dos mais variados tipos. Podemos observar em análise há predominância de concentração de pessoas no posto de saúde, CRAS e guarda mirim. 
As áreas de comércio localizam-se espalhadamente em toda Avenida Tancredo Neves, que recebe influência direta da Avenida Heitor de Alencar Furtado, e que possui acesso secundário na Avenida Parigot de Souza.
Nas áreas às margens desse nó se encontra na esquina do terreno, possui: CEMO Construtora, área de terrenos, vendedores ambulantes (frutas), comércios variados e ponto de ônibus. 
E com a instalação dos novos conjuntos residenciais que utilizam o fluxo da Rua Guerino Pomim, foi criada uma nova centralidade geradora de influência, que direcionou os usos a irem para a Avenida Tancredo Neves e Heitor Furtado.

CONCLUSÃO:
Podemos ter como relato final que a área estudada supre as necessidades da população devido à diversidade de comércio e serviços prestados, mas há necessidade de melhorias em relação ao grande tráfego de automóveis e pedestres, acessibilidade, vegetação, áreas de convívio e encontro.





Nenhum comentário:

Postar um comentário