segunda-feira, 23 de março de 2015

Topografia

1 – Cite 05 atividades da Engenharia onde empregamos a topografia.
R = Edificações, estradas (rodovias e ferrovias), barragens, saneamento, água, esgoto, construção de pontes, viadutos, túneis, portos, canais, irrigação, arruamentos e loteamentos.

2 – Quais os trabalhos sobre Plantas Topográficas, que podemos considerar no Âmbito da topografia, ou seja, o que a topografia pode ajudar? Quais são?
R = É de importância básica, fundamental, a contribuição da Topografia em qualquer obra de Engenharia, Arquitetura e outros ramos de atividades. No que se refere à Engenharia e Arquitetura, de um modo sumário, é indispensável um correto estudo e conhecimento do terreno onde será implantada a futura obra. Deste conhecimento e de seu bom aproveitamento decorrerão consequências econômicas, técnicas e estéticas da obra: de um melhor conhecimento do terreno resultará uma obra mais barata, mais perfeita e mais bela. Mesmo posteriormente, durante a fase de execução da obra, são indispensáveis os conhecimentos topográficos no seu acompanhamento.

3 – Qual o objetivo da topografia?
R = Topografia é a ciência aplicada cujo objetivo é representar, no papel, a configuração de uma porção de terreno com as benfeitorias que estão em sua superfície. Ela permite a representação, em planta, dos limites de uma propriedade, dos detalhes que estão em seu interior (cercas, construções, campos cultivados e benfeitorias em geral, córregos, vales, espigões etc.).

4 – O que é um Plano topográfico?
R = O Plano Topográfico é uma projeção ortogonal da porção da superfície terrestre em questão. Serão projetados sobre um plano horizontal os limites desse terreno e todas as suas particularidades naturais e artificiais.

5 – Como se divide a topografia,  e o que estuda cada divisão?
R = Topometria e Topologia.
TOPOMETRIA: “A topometria estuda os processos clássicos de medida de distância, ângulos e diferença de nível. Encarrega-se, portanto, da medida das grandezas lineares e angulares, quer seja no plano horizontal ou no plano vertical, objetivando definir o posicionamento relativo dos pontos topográficos (ponto topográfico é qualquer ponto do terreno que contribui para a definição das medidas lineares ou angulares). Por sua vez, a topometria se divide em: ‘’planimetria e altimetria
·         Levantamento topográfico planimétrico, compreendendo o conjunto de operações necessárias para a determinação de pontos e feições do terreno que serão projetados sobre um plano horizontal de referência através de suas coordenadas X e Y (representação bidimensional).
·         Levantamento topográfico altimétrico, compreendendo o conjunto de operações necessárias para a determinação de pontos e feições do terreno que, além de serem projetados sobre um plano horizontal de referência, terão sua representação em relação a um plano de referência vertical ou de nível através de suas coordenadas X, Y e Z (representação tridimensional).
TOPOLOGIA: “É a parte da Topografia que estuda as formas exteriores da superfície terrestre e as leis que devem obedecer ao seu modelado.” (Mauro Silva) Ela trata da interpretação dos dados colhidos através da topometria, assim fica mais fácil identificar possíveis erros do levantamento e facilita a execução do levantamento e do desenho topográfico.

6 – O que são plantas planimétricas?
R = Projeção plana que não traz informações acerca do relevo do terreno levantado; somente acerca de informações relativas á medições feitas na horizontal.

7 – Qual operação topográfica que visa o levantamento dos dados altimétricos?
R = É a operação que determina as diferenças de nível ou distâncias verticais entre pontos do terreno, incluindo também, o transporte da cota ou altitude de um ponto conhecido (RN – Referência de Nível) para os pontos nivelados.

8 – Como são chamados os aparelhos usados na taqueometria de modo geral, qual sua característica? Explique.
R = Taqueometria: “É a parte da Topografia que trata da medida indireta da distância horizontal e diferença de nível. Os aparelhos usados na Taqueometria chamam-se taqueômetros e são classificados em óticos e eletrônicos. Um bom exemplo de taqueômetro ótico é o teodolito que possui na luneta fios estadimétricos. Com relação aos taqueômetros eletrônicos podemos citar o medidor eletrônico de distância (MED) ou distanciômetro, desenvolvido na década de 50 e atualmente muito empregado nas medições topográficas.

9 – Em relação aos pontos do terreno, com as devidas cotas de altitudes, o que representam as curvas de nível?
R = São isolinhas de altitude, ou seja, linhas que representam todos os pontos do terreno de mesma altitude. A Curvas de níveis constituem a forma mais utilizada para representação do relevo nas cartas topográficas.

10 – Quais os tipos de modelos terrestres, e o que eles representam?
R = No estudo da forma e dimensão da Terra, podemos considerar quatro tipos de superfície ou modelo para a sua representação:
·         Modelo Real: Este modelo permitiria a representação da Terra tal qual ela se apresenta na realidade, ou seja, sem as deformações que os outros modelos apresentam.
No entanto, devido à irregularidade da superfície terrestre, o modelo real não dispõe, até o momento, de definições matemáticas adequadas à sua representação.
·         Modelo Geoidal: Permite que a superfície terrestre seja representada por uma superfície fictícia definida pelo prolongamento do nível médio dos mares (NMM) por sobre os continentes. Este modelo, evidentemente, irá apresentar a superfície do terreno deformada em relação à sua forma e posição reais.
O modelo geoidal é determinado, matematicamente, através de medidas gravimétricas (força da gravidade) realizadas sobre a superfície terrestre.
·         Modelo Elipsoidal: É o mais usual de todos os modelos que serão apresentados. Nele, a Terra é representada por uma superfície gerada a partir de um elipsóide de revolução, com deformações relativamente maiores que o modelo geoidal.
·         Modelo Esférico: Este é um modelo bastante simples, onde a Terra é representada como se fosse uma esfera. O produto desta representação, no entanto, é o mais distante da realidade, ou seja, o terreno representado segundo este modelo apresenta-se bastante deformado no que diz respeito à forma das suas feições e à posição relativa das mesmas. Um exemplo deste tipo de representação são os globos encontrados em livrarias e papelarias.

11 – Defina latitude e longitude.
R =
·         Latitude(f): de um ponto da superfície terrestre é o ângulo formado entre o paralelo deste ponto e o plano do equador. Sua contagem é feita com origem no equador e varia de 0° a 90°, positivamente para o norte (N) e negativamente para o sul (S).

·         Longitude(l): de um ponto da superfície terrestre é o ângulo formado entre o meridiano de origem, conhecido por Meridiano de Greenwich (na Inglaterra), e o meridiano do lugar (aquele que passa pelo ponto em questão). Sua contagem é feita de 0° a 180°, positivamente para oeste (W ou O) e negativamente para leste (E ou L).

Nenhum comentário:

Postar um comentário